31.12.04

Só por hábito, e para acompanhar o Calvin aí em baixo, minha lista de coisas que eu gostaria de realizar, mas obviamente não vou, no próximo ano:
  • quero um corpo escultural, ló-gi-co
  • quero meu quarto
  • quero que minha família volte a se falar
  • quero reatar com alguns amigos
  • quero ser menos teimosa
  • quero que as pessoas entendam minhas piadas
  • quero publicar um livro
  • quero ler mais a minha bíblia
  • quero ir mais ao cinema
  • quero comer fora mais
  • quero que meu pc volte a funcionar com speedy e super equipado...
Quero muita coisa... Muita coisa que eu não vou ter ainda tão cedo... Ano novo na verdade é muito triste. É hora de olhar pra trás e ver todas as babaquices que fizemos e pensarmos em sermos mais dignos e começamos com uma ressaca. Pé direito, hein? Deveríamos tomar guaraná. É da mesma cor, tem bolinha, explode, deixa com a mesma vontade de fazer xixi e não deixa ninguém bêbado. Eu nem sei porque ano novo é no dia 1º! De quem foi a idéia de mudar o calendário, hein?? Deve ter sido por motivos comerciais, tenho certeza...
Bom, vamos para de pixar o ano novo, vai... Reveillon é o feriado de que mais gosto (pelo incrível que pareça). Feliz Ano Novo!!
Rebecca, I am so, so sorry, but I have a BIG layout now!! I just couldn´t resist, this strip is too perfect...

Tradução:
1. Eu perguntei ao papai se ele queria ler algumas resoluções de ano novo que eu escrevi. Ele disse que ficaria feliz, e falou que estava contente em ver que eu estava interessado em me melhorar. Eu falei que não eram para mim, mas para ele.
2. Calvin: É por isso que estamos fora agora.
Hobbes: Eu imaginava o que era a pressa.
3. Estou perdendo a ilusão com esses anos novos.
4. Eles não parecem nem um pouco novos! Cada novo ano é como o ano velho!
5. Aqui outro ano acabou e tudo está igual! Ainda há poluição e guerra e estupidês e ganância! As coisas não mudaram!
6. Eu digo que tipo de futuro é isso?! Eu pensei que o futuro tinha que ser melhor!
7. O problema com o futuro é que ele fica tornando-se o presente.

Bom, gente, eu queria desejar feliz ano novo de um jeito criativo, como a Fernanda, ou bonito como a Rebecca, mas eu não sou assim. Queria desejar-lhes um bom ano e que suas realizações sejam abundantes.

FELIZ 2005!!!

Amo vocês... Curtam o feriado.

30.12.04

Participem!! Concurso Criative Blog!!! Inscrições abertas!!

29.12.04

Oi! Nada aconteceu hoje. Eu só saí pra tomar sorvete. Mas eu tenho uma novidade! Olha:Olha o que eu aprendi!!!!!Viram só? Sem tutorial, sem script de layout shop... só com uma apostila velha xerocada de um filho de amigo do antigo trabalho do meu pai. Eu sou o máximo... Algum dia vou fazer com corzinha no fundo!! ^^ A felicidade da criança... Ah, well...
Meu irmão alugou um monte de DVD de Friends e dos Simpsons. Pelo menos eu tenho o que assistir agora, enquanto eu tento não dormir de dia. Na verdade hoje eu acho que vou dormir de noite pq minha mãe me deu um remédio que dá muito sono. E eu estou morrendo de sono. Mas eu quero dar uma arrumada no site que eu estou montando. Preciso pôr fundo nas páginas...
Então ba-bye! Estou dando o fora! Fui!
Oi, gente!
Mudei de template, perceberam? É, coisas estranhas aconteceram com o layout da Marina. Acho que, por engano, apaguei metade dele. Bom, consegui pegar tudo de volta, menos o midi plaver, que não funcionava mesmo.
*~~*~~*~~*~~*

Eu e a Nanda fizemos um blog conjunto, o Miguxas Lokaz. Não tem nada ainda, mas ainda vai crescer. Também fizemos um concurso. As inscrições ainda não estão abertas, mas nos aguardem!! E inscrevam-se, vai ser legal!
Observação: agora que vcs podem ler, leiam a crônica há alguns posts atrás (é um enorme). Vocês vão gostar. Juro. Outra coisa: vou fazer um site com a historinha que está em algum blog fora do ar, o Rosas de Prata. Aviso quando entrar no ar!
Falow, gente! Até amanhã.
teste
teste

28.12.04

Quem inventou o amor?
Sem comentários. Aconteceu de novo. Odeio ser eu mesma...

27.12.04

A PIADA

- Deixe eu lhe contar uma piada?
- Uma piada? Uma citação engraçada, um fato real que traz ao ser o riso?
- É... Alguma coisa assim.
- Ah, geralmentenão entendo piadas. A lógica de piadistas não se instala com a minha.
- Sim, mas... Posso contar?
- Eu não vou entender...
- Vai sim! Juro!
- Tudo bem. Prossiga.
- Essa é muito boa:
"Certo dia, José acordou de manhã..."
- Espere aí! É lógico que ele acordou de manhã. Um homem saudável acorda cedo para curtir a vida e... Bem, siga.
- Legal, então.
"Então José olhou pela janela e viu um enorme gorila sentado na árvore de seu jardim..."
- O quê?! O zológico não avisou ninguém que havia um gorila fugitivo a solta pela cidade? José achou normal ter um gorila em sua árvore?
- É só uma piada. É daí que se desenrola o resto da piada.
- Ah! Sim! Você poderia escolher uma piada mais coerente.
- Eu posso continuar?
- Sim, sim, claro!
- Obrigado. De qualquer forma:
"Então José telefonou para a Agência de Remoção de Gorilas..."
- Agência de Remoção de Gorilas. Agência de Remoção de Gorilas?!? Então existia na cidade uma agência só para remover macacos gigantes da cidade? Ah! Entendo que seja a coisa mais normal do mundo achar um gorila em seu quintal. Veja que você quer continuar.
- Posso?
- Com toda a certeza.
- Mesmo?
- Sim, claro.
- Ok.
"Chegou então um carinha..."
- Um profissional, você quer dizer. Então existem pessoas devidamente formadas em remoção de gorilas?
- Digamos que sim.
- Ah!!! Explique-se melhor da próxima vez.
- Eu pensei que fosse lógico.
- Bom, não é.
- Para pessoas normais, é, sim. Mas voltaremos ao que interessa:
"O profissional..."
- Bem melhor!
- "... trouxe consigo uma vareta comprida, um par de algemas, uma espingarda e um cachorro chiwaua..."
- Um chiwaua? Para que um chiwaua? Por que não um doberman, um pastor alemão...
- É parte da piada, Pedro Bó.
- Continue, então.
- Se o Senhor Intrometido parar de interromper, eu agradeceria.
- Está falando de mim?
- Não, imagina.
- Que bom. Ah! Volte à piada.
- "Começou a explicar o processo de retirada do gorila:
"- Eu vou subir na árvore, cutucar o gorila. Quando este cair, o chiwaua, altamente treinada..."
- Ah! É aí que entra o chiwaua. Existe treinamento para cachorro de remoção de gorilas?
- É uma piada, apenas uma piada...
- Não precisa ficar nervoso. Continue.
- "- Quando o gorila cair, o chiwaua irá atacar a "zona sensível" do gorila. Quando este último cruzar os braços para frente para se proteger, o senhor, José, colocará as algemas. Entendeu?"...
- Eu, sim. Mas para que serve a espingarda?
- Foi o mesmo que José perguntou:
"- A espingarda - respondeu o profissional - é para o caso de eu cair antes do gorila. Neste caso, atire no chiwaua."
- ...
- Acabou. Hehe.
- Ah, é? Nossa! Que engraçado! Não, não é... Eu não entendi. Me explique?
---*---
Isso foi escrito há muito, muito tempo atrás. Essa piada me faz lembrar a Júlia, que voltou esses dias do Canadá. Lembra dessa piada, Jú? Que saudade, fofa, quero te ver!
Beijos!
Obs: A volta dos posts grandes...
Estou estou de volta à casa. Eu não quero escrever só por escrever. Eu tenho uns textos velhos e legais que quero pôr aqui. Depois coloco. Vou tomar café. Boa noite!
Over and out.

26.12.04

Eu acabei de presenciar uma conversa de sacanagem de meninos. E não foi em filme de adolescente americano. E não foi legal. Eles são muito pouco criativos... Tsc, tsc... Zoeira. De qualquer forma, eu vou fazer um site para armazenar as figuras do meu santo e querido bloguinho. Espero que, aliás vai dar certo. Talvez assim eu aprenda PHP e CSC e todas essas outras coisas. Enquanto eu não sei, aqui vai uma dica de site de um amigo meu que sabe muito bem mecher nessas coisas. Ele também é meu cunhado favorito (principalmente pela falta de opção, hahaha). Cliquem aqui.
Boa noite! Cotinuo sem assunto e sem espírito de Natal. Hoje é o aniversário do meu primo Fábio, que também passou no vestibular. Duplos Parabéns, Fábio!!!

25.12.04

Oi! Cá estou eu no pc do Caio, ouvindo Phantom of the Opera (meu priminho tem um gosto meio estranho, mas ouve muita música boa, viva o Nightwish) e tentando mexer no raios do Abode Photoshop. É muito ruim. O Paint Shop é muito melhor. Mais fácil. Alguém vai comentar que quem tem photoshop é mais inteligente. Ah, deixa quieto. Já que eu não faço post grande em muito tempo:

The Phantom Of The Opera

In sleep he sang to me,
in dreams he came ...
that voice which calls to me,
and speaks my name.

And do I dream again?
For now I find the Phantom of the Opera is there?
inside my mind.

Sing once again with me,
our strange duet ...
My power over you grows stronger yet.

And though you turn from me,
to glance behind.
the Phantom of the Opera is there?
inside your mind.

Those who have seen your face,
draw back in fear.
I am the mask you wear,
It's me they hear.

Your/My spirit and my/your voice in one combined.
the Phantom of the Opera is there?
inside your/my mind.

He's there, the Phantom of the Opera,
Beware the Phantom of the Opera.

In all your fantasies, you always knew,
that man and mystery...
were both in you.

And in this labyrinth where night is blind,
the Phantom of the Opera is there/here?
inside your/my mind.

Sing, my Angel of Music!

He's there!


Na verdade hoje já é Natal. Eu não gosto do Natal. É sem significado, datado erroneamente e por motivos superficiais, comemorado com outros pensamentos e realmente sem sentido. Na boa, Jesus nasceu em Abril ou em Setembro (ouvi dois relatos), não estava nevando, Papai Noel é criação da Coca-cola, a árvore vem dos celtas, assim como a data, da Festa do Sol. Mas, como já é Natal e eu estou feliz com o meu primo Caio (só para você ler, né cabeção). Ah, bom... Feliz Natal para todos vocês.
Obs.: Espero que passem uma lei proibindo todos os reis magos de aparecerem no presépio.
Obs. 2: Tô totalmente sem assunto.

24.12.04

Depois de dormir assistindo 2001: Uma Odisséia no Espaço e ver e ficar extremamente perturbada com as visões grotescas da família do Jack Nickolson nO Iluminado, cá estou mantendo companhia do meu mais novo amigo Leo! Hi, Leo! I really liked staying up with you! Hope we can get together when you come here next month. I hope you didn´t get scared by the witch in the layout... (jk) Come visit me, okiedokie? Lá vou eu, tô sem assunto e eu acabei de acordar meu não-muito-alegre pai, às 6 da manhã no feriado com gritos (don´t ask) das duas filhas mais velhas. Ah, bom... Até, hoje a noite. *voz sensual e medonha* I´ll be waiting.

23.12.04


Gostaram do layout novo? Fofo, né? Acho que esse vai demorar menos para carregar que o outro, além de ser menos paty e mais eu. E eu meio que me cansei do outro, depois de 2 meses.
A doll não é linda, por sinal? Eu adoro essa base. Quando eu fazia dolls, essa era a base que eu mais gostava. Mas aí eu fiquei sem criatividade e parei. E depois que eu reconfigurei o pc perdi minhas dolls... *suspiro* Acho que já contei essa história aqui. Ah, well...
O que eu fiz de bom esses dias? Hun... Ontem eu vi um recital de piano. Foi muito legal, com excessão da moça exessivamente desafinada e do falso som de orgão do teclado. Eu me arrependo de não ter falado, claro, com a menina japonesa que tocou a música da tempestade para saber de qual filme que é, mas, paciência, ano que vem eu falo com ela.
Eu estou começando a desistir do meu pc, acho que ele nunca vai voltar a funcionar... Preciso de qualquer coisa nova nele pra voltar a funcionar... Ah... Que agonia... Cansei de sonhar...
Ah... Que mais posso dizer? Acho que vou fazer uns testes inúteis e pôr o resultado aqui...
Té mais!

21.12.04

Eu vi "Mulheres Perfeitas" hoje. Na verdade ontem, mas vi hoje de novo. É muito bom, só acho que mostraram que as mulheres eram robôs muito cedo, mas mesmo assim, fantástico! Muito bem bolado. O escritor merece um prêmio. E olha esse vestido da Nicole Kidman que perfeito! Pena que não aparece a saia direito...
Fora isso eu realmente não tenho o que contar. Odeio isso... Chegar para escrever no blog sem assunto é quase tão ruim quanto tentar começar uma conversa sem assunto. Eu normalmente não tenho assunto. Aliás, eu tenho assunto, mas ninguém quer discutí-lo comigo. É um saco. Queria ter amigos que se interessassem pelas mesmas coisas que eu. Ah, bom, a vida não é perfeita... Eu tenho bons amigos.
Ei, já perceberam como em templates com mangás as meninas sempre estão peladas? Falando nisso, eu achei um layout do Evangelion hoje. Fiquei tão contente, quase pus.
*Bored* Acho que vou ficando por aqui. Tchau! Volto mais tarde.

18.12.04

Eu quero mostrar uma teoria que eu escrevi no dia 5 de Novembro de 2002, para a extinta União dos Filósofos Anônimos (UFA), a organização que valorizava toda a merda que eu falava.
Filosofia do Prefixo "A"

Mesmo sabendo que a maioria das palavras cuja inicial é a letra A vem do árabe, teimo em dizer que palavras com este prefixo significam o contrário do significado da palavra pós-fixada após o A.
Resumindo: o A significa "não".
Assim, a palavra pre-fixada "anão", deveria significar "sim". Veja, "anão" palavra por palavra significa "não não". Matematicamente, menos com menos dá mais, isto é, negativo com negativo dá positivo. Não é uma palavra negativa, portanto não com não dá sim, que é uma palavra positiva.
Mas, mais que tudo a palavra prefixada que mais me assombra é "adotado". "Dotado" (segundo meu pai, no dicionário não tinha) significa "ter alguma coisa", portanto, se você é "dotado de poder", você "tem poder".
Então me intriga o fato do adotado não ter nada, já que palavra por palavra adotado quer dizer "não dotado". Mesmo que pareça loucura, defendo minha tese com o fato da pessoa adotada não ter pais, bom, não pais de verdade, aqueles que o "fabricaram", bom, vocês entenderam, ou é o que eu espero.
Por este modo, penso eu, que todas as palavras iniciadaas com o prefixo A deveriam ter um novo significado no dicionário.

Olha só a merda que eu escrevia na 7ª série. Como sinto falta daquela época, eu era tão criativa...

17.12.04

Eu estou tendo problemas para ler os comments. Por isso estou triste. Mas não deixem de comentar! Vou conseguir ler!
Hoje é o aniversário de 85 anos do meu tio-avô. Parabéns para ele! E tomara que ele viva mais, principalmente para a gente ter casa para ficar quando formos para os EUA, hehe.
"
DOR-DE-CORNO

Quanto mais as rádios tocam música sertaneja, mais gente se mata. Roqueiros desolados? Pior. Segundo dois estudos americanos, o problema está nas letras. Temas como traição e deprês motivariam suicidas a agilizar os planos. A pesquisa levou o último IgNobel de Medicina. Com mérito."

(pág 18, revista Superinteressante, Dezembro 2004)

Não se mate. Ouça rock! Como se isso fosse tão não-estimulante-ao-suicídio.

16.12.04

HOJE É O MEU ANIVERSÁRIO!!!

Por isso, ontem meus pais meus pais me levaram para comer fora. Vevis, você tem razão, aquela batata com carinha do pizza hut é muito boa! Valeu pela dica. E hoje, aliás, agora há pouco, eu estava comendo o meu delicioso bolo de nozes. Hummm.... Eu curto fazer aniversário, todo mundo ligando, mandando presente. Inclusive eu ganhei um colar lindo da minha mamãe (que pena que eu dei, ontem, todas as minhas blusas rosas para combinar. sempre um bom motivo para comprar mais!! <- momento patty)
Além disso eu estou feliz porque o Caio, meu priminho ma-ra-vi-lho-so passou na Unicamp e talvez venha morar com a gente!! Parabéns, Caio!! Estou torcendo por você para a segunda fase! E... Meu PC tá funcionando de verdade!!! Éééé!! Depois de quatro ou cinco tentativas, tirar o PC do Lisbão (desculpa, Lisbão) duas vezes e de eu me estressar muito, aqui está! Todo funcionando de novo! Apesar de eu ter perdido todos os blinkies, as dolls e as plaquinhas que eu fiz, estou alegre. E perdi os layouts também, mas eles estavam bem ruins, então não estou tão magoada. Ah, bom, eu não podia ficar com tudo. Aiai...
Reparem na minha angústia: eu odeio filme de cowboy. Então meu pai e meu irmão estão há três noites, literalmente, assistindo à um filme do Clint Eastwood (cara, eu odeio esse velho) e aquela música de filme do velho oeste tá na minha cabeça, além de tocar o filme todo (uarauarããã-ua-ua-uaaaaa). O único filme que fica legal com a mesma música o filme todo é Star Wars, quando aparece o Vader. Falando nele, eu estou com uma dúvida cruel: quando o Vader fala pro Luke que um é pai do outro, porque o Jedi acredita? O último Sith (nossa como sou entendida da coisa) não poderia estar mentindo, se era tão mau assim?
Beijos, miguxos! Obrigada pelos telefonemas!

15.12.04

Eu vou fingir que não tive que avisar: hoje é quarta-feira dia 15, amanhã é o meu aniversário. Favor ligar ou deixar comentários! Valeu!
Aiaiai... Musiquinha nova! Já que o Coldplay não toca mesmo. Curtam Nightwish, então! Eu queria ser mais original, colocando alguma coisa que nem todo mundo conheça, mas EU só conhecia essa das midis que tinham lá. Bom, música boa sempre vai ser boa, se é conhecida ou não.

Gothic City

Obs: estou brincando de telefonista, com um fone com microfone embutido que papai trouxe do trabalho. Legal, né? Boa noite. Com o que posso ajudá-lo? hehehe... Para explicar melhor a midi, eu estava procurando um lay gótico legal (é, mudança radical), mas os que eu gostei não tinham código. Aí eu achei um legalzinho da Tarja, mas eu amo muito esse para trocar... Apesar da letra pequena e do rosa e da Jessica Simpson. Mas quem se importa? Então eu honrei minha musa com voz de anjo (musa não, porque ela não me inspira) dando-lhes sua voz fantástica!
Beijos!
Há quanto tempo? Tava ficando com saudades. Bom, pelo menos isso levou um monte de pessoainhas a comentarem aqui. Oba! De qualquer jeito, eu andei fazendo algumas coisas legais esses dias. Visitei a Vero, fui pro shopping com 3 ônibus, acabou a luz do shopping enquanto eu assistia um filme, vi a apresentação linda e maravilhosa da ainda mais linda e maravilhosa Mirela, fui na reunião de aniversário da Camis. PARABÉNS, CAMIS!!! Dormi na casa da Adriana, fiz uma amiga nova, a Vanesca, que vai embora pra Fortaleza na quinta, passeei no centro e descobri várias lojas de roupas e de biju baratas (que, se eu não fosse alérgica, seriam muito mais úteis), e hoje eu arrumei meu armário. Nossa, sou uma heroína. Aliás, nós somos, né, Becky?
No processo de tudo isso eu voltei a ativa no orkut (se alguém quiser me pegar: Deborah Happ), conheci o Samuel melhor, que é uma pessoa maravilhosa, conheci o nosso carro novo (papai, finalmente, trocou de carro), ressuscitei um velho shorts jeans, comi um delicioso bolo de chocolate e devo ter engordado. Ah! E eu achei um pretinho básico fantástico em casa.
Vou indo, desculpem pelo post pequeno... Beijos!

7.12.04

Complexo


Além de eu não ser original, escolhendo um título que é o título do flog do Fernando (que eu, by the way, ainda quero o endereço), eu estou com um problema sério. Eu odeio gente fútil (isso deve estar, eu acho, porque nem eu sei mais, no tópico *detesto* do meu perfil quilométrico), né? Tá, um papo de aula de educação física sobre cabelo não me mata, mas alguém sem mais do que falar é um inferno. Toda vez que eu entro em blogs bons (e com isso digo blogs de pessoas que escrevem prosa - porque eu também odeio poesia - escritos, e bem escritos, por eles mesmos) eu fico depressiva. Porque esse foi, na verdade e no fundo, no fundo, a minha intensão principál quando eu, há uns dois anos atrás comecei meu primeiro blog fracassado. Mas aí eu entro em blogs de meninas fowfax todos coloridos e meigos e eu queria que o meu também fosse igual. E agora, meninas? O que eu faço? E como se não bastasse isso, desde que o maltido professor Olivo começou a dar aula sobre redações dissertativas (que também está na listinha ao lado), e agora que eu comecei a ficar um pouco boa, eu estou com bloqueio imaginativo!! Eu estava escrevendo uma historinha super bacana e eu mal cheguei no começo e agora eu não sei como continuar. E como eu vou criar historietas para colocar aqui, então? Eu queria que o meu blog fosse como esse, que eu visito toda semana e sempre tem alguma coisa legal, conseguem fazer poesia sobre tudo. Que saco. Eu vou conseguir, entretanto. Vocês vão ver. Algum dia a Jessica Simpson nada mais terá que ver com meu super bloguinho.

A única coisa que fiz de prestável hoje foi ir na sorveteria, descobrir que sorvete de ferrero rocher tem gosto de sorvete normal de chocolate e que sorvete de papaia com cassis é diferente na sorveteria e na kibom. E eu passei mal por isso. Depois nós fomos tomar água na padaria (nós somos íntimos do padeiro - dispenso piadinhas - e adotamos toda e qualquer desculpa para irmos lá). Descobri que dá pra ver as pessoas de dentro da padaria pelas persianas e que, não tenho certeza, tem um Evangélion novo na banca. Oba!! Nem lembro o que tava acontecendo, mas tudo bem.
Olhem que verdade:

É isso aí, gente! E até que meu dia desanimado rendeu um bom post, do tamanho que vocês talves irão ler. É, acho que vou aumentar o tamanho da letra, aceitar a sugestão do Eric.
Beijokas!! (isso é tão não eu, mas está dando uma vontade absurda de dizer isso)

6.12.04

Ei gente!! Ontem aconteceram algumas coisas legais. Primeiro eu fui fazer meu corte anual de cabelo (às vezes é bom). Agora eu estou com uma franjinha, tá fofíssimo. E eu fiz escova. Nunca mais faço escova, gastei uma nota para alisar o cabelo por 3 horas e depois pegar um toró daqueles e acabar de vez com ele. Blerg! Ehhh... Bom, aí minhas tias e meu avô vieram visitar. Minha tia Ivone trouxe o arsenal de disco (disco mesmo, LP, bolachão) e ficamos ouvindo hoje. Não aguento mais João Gilberto (minha irmã o ama). Também ganhei presente da tia Alice (que mora em PE e sempre trás presente quando vem visitar): uma blusinha linda com desenhos pré-históricos. Lindo! De noite fomos para a igreja (com cenário da Rebecca), ver a "indrodução" do ProclamarTE. Foi lindo. Como choveu pakas, a luz acabou, então acabamos vendo espetáculos de teatro e dança com a luz de emergência e com rádio de carro estacionado dentro da igreja, literalmente.
Bom, eu vou ficando por aqui.


4.12.04

Aiaiai... Ontem, quando o fim da bateria cortou meu "midnight stroll" pela internet, eu tinha tanta coisa para falar. Agora estou presa com vontade de postar fotos de atrizes mirins às quais eu queria ser igual e de sair correndo desse corredor sombrio rodeado de respirações altas. Bom, pelo menos a música do Eminem (que voltou a ser engraçado, que bom, eu prefiro assim) fica por cima do barulho. É... tá mais quieto agora.
Hoje foi meio frustrante. A começar pelo fato de que eu levantei
às 3:30 da tarde pelo puro e simples fato de que não haveria nada para fazer mesmo. Depois voltei pra cama e fiquei revezando entre ler e cochilar pelas próximas 3 horas. O pior é que quando minha mãe chegou ele tava deitado no sofá com o braço cortado e sangrando. E eu nem percebi quando ele caiu. Claro, a egoísta aqui ia prestar atenção no irmão doente em vez de ficar na cama num dia chuvoso? Que merda ser eu, viu! Eu me odeio tanto por isso. Odeio ser egoísta e o pior é que nunca vou fazer nada para mudar, porque além de tudo, sou preguiçosa. E forço vocês a lerem isso e a me dizerem que eu não sou egoísta, só desatenta. É melhor que não digam nada e me deixem na minha frustração, até eu encontrar um terapeuta ou virar mãe, porque não existem mães egoístas.
Bom, a única outra coisa que eu fiz além de ver filmes, dormir muito, entrar na net, ler (por sinal, acabei A Cor da Magia e estou começando o próximo a quem, Eric, se interessar) e descobrir coisas novas no paint shop foi ferrar o meu pc de novo (pra variar) e ir na casa da Carol, onde eu fiquei entediada em dupla, vi TV (inclusive um clipe do Nightwish com estranhos lobisomens gerados em computador que pareciam o do Zelda que meu irmão tá jogando correndo atrás de pessoinhas de verdade, estranho, mas entretinha), fui andando até a locadora(o que é uma coisa totalmente nova para mim, já que fazer isso da minha casa levaria algumas horas e eu provavelmente não aguentaria), comi sorvete e assisti "Mean Girls" de novo. Antes de eu comentar o filme, vou falar de como fui parar lá, no meu tédio em grupo. Aliás, eu sempre fico entediada na casa da Carol, mas eu gosto, é legal. E, de qualquer forma, é melhor do que ficar entediado sozinho, na chuva.
Então antes de eu ir lá, a Carol me chama, às 6, para ir num negócio da fundação da irmã dela no Cancun, às 8. Beleza, lá fui eu para a melhor festa que vou há muuuito tempo, com direito a batatas, DJ fantástico, visões de meninas especiais com os melhores cabelos (aquele cromossomo a mais deve ter o código de produzir belos cabelos lisos), pagode (até bom, pelo incrível que pareça) para eu ficar sentada e meu pé ficar um pouco melhor e o barman mais lindo que as pistas de dança já viram (ah, tá bom), bom, pelo menos que eu já vi. Ele parecia o Orlando Bloom com o queixo mais quadrado. E tinha cabelo comprido, mas tava preso. Porque deixar o cabelo preso?? Obs: as mulheres preferem homens com queixo quadrado porque muita proteína é usada para construir queixo assim, então, na pré-história, se você gastava tanta proteína com coisas inúteis, devia ter muito mais de onde vinha aquilo. Vamos voltar no Cancun, né, Carol? Hehehe...
Bom, vou ficando por aqui, porque eu já falei demais e vou deixar vocês sonhando com o meu dreamy barman. Beijos!

3.12.04

Eu não acredito que meu pai esqueceu o cabo do notebook só pq o meu pc parou de funcionar. De novo. Bom, só para deixar um olá. Amanhã escrevo mais, é sábado.
Beijos!

28.11.04

Pegue o seu no TBM


Estou de F-É-R-I-A-S!!! Iupiii!!!! Ah... O doce gosto de não sentir-se preocupado com nada... E pensar que a última vez que eu me senti assim foi há uns dois anos. Que máximo. O ruim é que eu já estou entediada...
Última semana de aula foi um lixo, 5 dias seguidos de provas, sem feriado no meio para dar uma descansada. No final ninguém aguentava mais e eu me recuso a voltar pro colégio depois de buscar o boletim dia 3. Agora tenho todo o tempo do mundo para descobrir o que barão tem de melhor: barzinho, galeria e locadora! Até o fim dessas férias vou conhecer todas (bota fé, são uns 500). Acho que só vou ver filmes, pra variar. Nem sei o que fazer pro Natal. Estou desanimada com esse feriado desde que vovó morreu, não tem mais graça, mais significado... A família junta dá muito briguinha, como se minha mãe e suas irmãs fossem um monte de adolescnetes se metendo em intriguinhas por motivos estúpidos de donas de casa do século 18: dinheiro e quem cria filhos melhor. Por favor! Ah... Nem quero me juntar com ninguém, mas tenho certeza de que vou ficar depressiva se não comer chester califórnia com a família. Que deprimente.
Bom, vou falar de coisas legais então. Minha gata teve gatinhos!! Ééééé!!! São três fêmeas (duas laranjas e uma pretinha) e um machinho gordo peludo lindo branco. Alguém quer um gato? Eles parecem ratinhos e nem abriram os olhinhos ainda. São umas gracinhas. EEEE meu PC voltou a funcionar, agora tenho msn de novo! E tenho que me recadastrar no ICQ, mas isso faço depois do Paint Shop acabar de baixar. Isso vai demorar, tô aqui há meia hora e só baixou 4%, bom, é a vida. Ah... Agora posso entrar na internet!
Resuminho das minhas férias então:
Beijos! Boas férias!

20.11.04

Ei gente!! Sabe de onde eu estou teclando? Sabem?? Sabem?!? Isso mesmo!! Do MEU computador!! Meu super PC que eu ganhei de aniversário ano passado. Como estou feliz!!! Agora eu posso fazer tudo que eu fazia antes! ICQ velho, lá vou eu!!
Bom, mamãe tá enchendo o saco pra eu arrumar a cama, então estou indo.
Beijinhos!!

Porque essa música não sai da minha cabeça. Eu odeio quando música brega fica presa e emperrada na cabeça. Pior é quando só lembramos um trechinho minúsculo e fica repetindo. Recentemente a Nanda tá cantando muito pagode - e escrevendo a letra no meu diário - e eles ficam na minha cabeça. AHHHHHHHH!!!
Ahh... Eu não estou a fim de falar sobre a classe e o café da manhã porco da classe, principalmente porque eu quero falar de coisas felizes, embora não tenha nada para falar. Ah! Novidade: tirei 9,0 no precomex!! NoSsA!!! Eu odeio quem escreve AsSiM, mas nesse momento foi crucial. Yeah!! Para vocês que acompanham meu drama... É isso aí! E para quem duvidava também (mas esses são de menos). Aiaiai... Acho que os professores corrigiram algo errado, mas deixa pra lá. Tô felicíssima! Outra observação feliz: dia 17 de Novembro: Niver do Diogo!! Ele trouxe brigadeiro para o colégio, mas não comi (tava fazendo trabalho de mercado de ações naquela hora, um lixo). Parabéns, fofo!!!
Hey! Encontrei um layoutshop realmente gótico! Olha (clique aqui)Uaaau!! Ele meio que dá medo, até... Mas tem umas coisas bonitas. Essa fadinha, por exemplo:


Muita coisinha legal aqui. Eu odeio gente que finge ser gótico, finge estar entediado e detestar essa vida. Só para se drogar, beber e poder falar bonito sobre a imundice da humanidade. Nojento. Assume logo: a vida é boa, há muitas pessoas legais e alguém, pelo menos sua namorada vai te entender.
Outra coisa que eu odeio é como os títulos são todos iguais em blog de paty (sem preconceito, claro, porque a maioria daquelas meninas são talentosas com o photoshop e muito simpáticas), tudo como "legally fofinha", "pink não-sei-o-que", "mundinho da vanda"... E por aí vai. Outra coisa extremamente irritante são aqueles gifzinhos onde a gente descansa o mouse (o prof Olivo disse que deveria ser "mause", como eu escrevi vergonhosamente, no msn com o fernando e ele quase comeu o meu fígado) e aparece coisinha escrita num quadrado amarelo. E nunca dá tempo de ler, aí a gente fica passado de novo e não aparece. E são 15 figurinhas fofinhas pra passar o mouse. Que agonia.
Aiai... Eu amo esse template, com pouco espaço para escrever, dá para fazer parágrafos com 2 frases e aparenta ser gigante. Mas eu acho que vou mudar para um desse site, mó bonito e é meio o que eu estou sentindo agora. E meu rosinha cansou.
Bom, eu vou ficando por aqui. Beijinhos!

14.11.04

Oba!! Midi nova!! Para quem não aguenta mais Angra, para quem acha que realmente não combinava com o template, para quem realmente não lê meus posts grandes que vão ler este só porque é pequenininho, enfim, para todos: MÚSICA NOVA, AE!! Cansei, eu, de Angra, apesar de Rebirth ser linda ela não é feita para ouvir de novo e de novo e de novo, então mudei para uma música que é menos enjoativa e eu sei que mais gente curte. Coldplay! Sempre um abaixa astral ou um "mantenha-me nos ares, estou tendo um orgasmo" (putz, essa foi horrível). Bom, curtam o som e voltem para ouví-la! E comentem!

13.11.04


Bom com vocês? Contar-vos-ei minhas experiências inesgotáveis e desventuras alucinantes (percebam a ironia na frase anterior). Na quinta eu e mais uma galera incontável fomos ver o teatro do Carneiro. Tipo... Muito fraquinho. Muito puxa-saquismo, muita piadinha sem nexo e nada de contar porque, realmente, "vale a pena ser feio" (o título da peça). E realmente foi um absurdo dizer que La Gioconda é feia. Principalmente dizer que hoje a beleza não é mais o principal. Hahaha! Quem dera! O mundo é rodeado de narcisistas e escravos de revistas de beleza e ainda vêm me dizer que quem reina hoje é a feiura. Ah! Fala sério! Não acredito que deixei de estudar pra prova de física para aquilo (por sinal, acho que zerei a prova).
Na sexta eu dormi literalmente o dia inteiro. Cheguei em casa, almocei e dormi, acordei às 8:30, esperei meu pai chegar em casa, comecei a ver um filme, acabou a luz e dormi. Hoje (sábado), eu praticamente não fiz nada, além de ler um pouco de "mundo de sofia", ver filmes e arrumar a carpeta de espanhol.
Só porque eu tô a fim de escrever bastante hoje, vou falar sobre os filmes. Quando acordei, às 8 da manhã (madrugada para um sábado), acabei de ver "blazzing saddles", bem fraquinho para um filme do Mel Brookes, nem vou falar muito. Aí eu vi "Clube da Luta". Gostei muito. Além do Brad Pitt, o filme é muito interessante e, apesar das brigas sanguinárias, a idéia é ótima. Eu só não gostei depois que ele cortou o cabelo (o Brad). Bom, aqui vai uma fotinho:

E agora a noite, depois de uma cochilada, de novo, e de uma visitinha do Dario e da Heloísa, vi Cazuza, finalmente! Curti bastante, além do Daniel de Oliveira ser lindo, o filme é muito bom. Vai aí uma letra do maior poeta de sua época (depois do Renato Russo, claro):

Cazuza - Maior Abandonado
by Cazuza

EU TÔ PERDIDO
SEM PAI NEM MÃE
BEM NA PORTA DA SUA CASA
EU TÔ PEDINDO
A SUA MÃO
E UM POUQUINHO DO SEU BRAÇO

MIGALHAS DORMIDAS DO TEU PÃO
RASPAS E RESTOS
ME INTERESSAM
PEQUENAS PORÇÕES DE ILUSÃO
MENTIRAS SINCERAS
ME INTERESSAM
ME INTERESSAM

EU TÔ PEDINDO
A TUA MÃO
ME LEVE PARA QUALQUER LADO
SÓ UM POUQUINHO
DE PROTEÇÃO
AO MAIOR ABANDONADO
TEU CORPO COM AMOR OU NÃO
RASPAS E RESTOS ME INTERESSAM
ME AME COMO A UM IRMÃO
MENTIRAS SINCERAS
ME INTERESSAM
ME INTERESSAM

11.11.04

Porque estou sem nada para fazer, porque isso aqui está desatualizado, porque eu me rebelei contra o mundo, porque meu computador de casa não funciona mais ¬¬', porque eu fui na balada e descobri, aliás confirmei, que as pessoas são muito carentes, porque me inspirei no texto sobre sexo desse site, eu resolvi dar forma a uma idéia que tenho há muito tempo.
Eu não sei como começar.
Uma vez eu tava conversando com o Rafinha sobre a razão da vida e ele me falou que era o amor. Eu não concordo. Já tive meus dias de romântica e de "o amor resolve tudo", mas hoje essa não sou eu. Tá, eu até queria uma namorado, mas sinceramente: pra que vivemos? Para nos apaixonarmos, casarmos, termos filhinhos e não fazermos mais nada? Os romances são os melhores livros, os românticos são as melhores músicas, o bobo sorriso apaixonado é o mais bonito. Mais são os mais improdutivos. Pra que serve o amor? Para fazer o mundo ir pra frente, para o sol se pôr e renascer no despertar de um novo amor, vivido intensamente à luz da lua? Somos animais. Sim, somos. Nascemos para reproduzir e dar continuação à espécie. Eu acho que nunca disse para ninguém, mas poetas bons, talentos bons, são gastos na inutilidade do amor. A frase "eu te amo" é usada em vão, entre qualquer pessoa, para provar o pouco ritual que se dá a ele. Como o chocolate, um dia experimentadfo apenas pelos poderosos, hoje, um doce para qualquer um. O amor, o desejo, aquelas borboletas em nossas barrigas são passageiras e curtas. O amor passa. Músicas românticas cansam, livros melosos enchem a paciência (para não dizer pior), comédias românticas se repetem e deixam-nos à beira das lágrimas, mesmo assim, provando a fragilidade e inocência do coraçãozinho humano.
Meu primo vive me perguntando (e perguntando a qualquer e todo outro), se estou amando. Normalmente a resposta é não. Mas, mesmo se fosse sim, do que importaria? Amores mudam o mundo? Não. Isso é ficção. Se concentrássemos nossas energias que gastamos futilmente no amor em coisas que valessem mais a pena, talves contruriríamos um mundo melhor.
Será que alguém me entende? Será que alguém concorda cxomigo? Claro que não. Somos fracos, não queremos acreditar. Aliás queremos acreditar que a vida será feita se encontrarmos o amor. O que, na maioria dos casos, é verdade. Porque a vida é assim. Pessoas normais, coisas normais, seguem o que lhes foi imposto pela natureza.

8.11.04

Aiaiai... Esse fim de semana aconteceu muita coisa. Pra começar na sexta eu sofri a terrível experiência com
<-------A SAGA DOS SAPATOS CERTOS------->
Tá. Era de noite e eu rosolvi procurar roupa pra usar na feira de sábado. A minha calça social sumiu do mapa, então, depois de revirar os armários e falar desesperadamente com minha irmã no telefone (que tava na casa do Eric e não ia voltar), resolvi ir de saia. Beleza. Achei a meia calça, normal e fui em busca dos sapatos. Sapato fechado da minha mãe não serve em mim e sandália ia fica horrível, principalmente com o desfiado básico no pé. Eu estava em busca de um sapato fechado na frente e aberto atrás, com bico, aqueles de mulher poderosa. Com certeza minha mãe tinha um daquele. Aí eu comecei a revirar as caixas de sapato debaixo da cama da mamãe e nada. Aí o telefone tocou, salvação!, era mamãe, da casa da minha tia, junto com o Daniel. Perguntei do sapato e ela falou que não tinha! Tinha sim! Eu tinha certeza! Aí ela recomendou uma sandália com fitas brilhantes (linda, por sinal). Beleza, continuei revirando e nada. Conclusão: achei o sapato bonito e tive que ir com ele mesmo. Ninguém reparou (nem a Thaissa que não deixa escapar nada) e o sapato de bico não existe.
A Feira foi muito legal, fiquei um tempão em pé explicando do meu vestido que não mancha e retem o suor. Os brindes, lindos chaveiros de bonequinha, fizeram o maior sucesso e eu expliquei para 4 pessoas (considerando que uma era minha irmã) no computador. Uaaaaaaauu!!! Como eu sou demais. O pessoal amoui o truque do sangue de diabo, apesar de dois ou três carinhas adivinharem na primeira o que era (uma era química, o outro era meu pai, para o qual eu pedi ajuda, e outro tinha estudo em química, então nem é tão ruim). Depois eu fui pra casa da Fernanda, ir pra Usina (show dos Detonautas, como pude me rebaixar tanto...). Foi uma merda: Detonautas é horrível, as músicas antes do show eram todas iguais e até no fim da festa meu quadril tava doendo, meu pé pior ainda (e ficou assim por mais 3 dias) e só começou a tocar música boa no final: quando eu estava dormindo na cadeira. Nunca mais volto lá. A Carol tinha razão. Em compensação nós achamos a Marina, que não vejo desde Maio, e eu fomos expulsas de lá e tivemos que ficar esperando pelo pai da Nanda enquanto clareava. Fomos dormir às 7h e acordei às 1:30, que, se você pensar, não é tarde. E fiquei pensando que era 5:30, porque vi a hora no relógio quebrado do Garfield. Quem sou eu??
No Domingo foi aniversário da Fê.

FELIZ ANIVERSÁRIO, NANDA!!


E, claro, eu fui a primeira pessoa a dar parabéns pra ela. EEEE!! Eu sou uma vencedora. No domingo meu irmão voltou pra casa, também. Ele está muito bem e super feliz com o videogame do Gustavo. Graças a Deus, esse não faz barulho. Cara, eu tava com saudade dele.
Hoje é quinta e nada de novo aconteceu essa semana, só especulei bastante e estou abismada de que já seja quinta, parece que ontem foi segunda...

2.11.04

O Daniel tá bem, pra quem se interessar. No Sábado ele sai do hospital. Se bem que a probabilidade dele voltar pra casa é quase nula, já que vão baixar a sua resistência imunológica (isso aí, tratamento de aidético) e aqui é muito empoeirado e tem muito bicho. Acho que ele vai pra casa da tia. Lá ele vai ter a grande e emocionante viagem do quarto para a cozinha, para a sala e para o banheiro!! Óóóóó!! Bom... Eu vi que eu realmente gosto dele (eu e mais muuuita gente, tem gente que eu nem imaginava que tá lembrando dele, ligando, visitando), com essa história de vasculite. Só Deus sabe. Ele vai ficar bom, sei que vai. =^.^=

VICKYS.cjb.net ©

Então na quinta meu pai atrasou um absurdo pra me buscar no colégio (8:30)(isso porque eu acabei o que tinha que fazer lá pelas 3h). Graças a Deus a Flora estava lá, esperando a mãe dela também, e me fez companhia primeiro. Aí quando ela foi embora (momento triste) fiquei conversando com a sora de química (corrigindo prova do pessoal da 8ª, só notão, que saudades), até meu querido papai aparecer. Na sexta eu fui pra escola, esperei meu pai voltar para me buscar de São Paulo na casa da Tháta e rumamos de novo pra Sampa (vida dura, viajar aquelas 2h todo fds...). Visitei o Dani, claro, fui pra casa da tia e por lá fiquei até às 2h ontem. Mas antes preciso falar do resto do meu fim de semana. Meu sábado nem vale a pena ser contado (pelo menos eu passei a limpo meus cadernos) e de noite eu vi "O Grande Ditador", muito bom filme, mas amargamente parado. Papai falou que é para sentirmos o peso da máfia e da vida que eles levam, o que faz sentido. Eu deveria ler o livro. Mas uma coisa é certa: não há nada mais engraçado que ver o Al Pacino novinho. No Domingo fui votar com a tia, no colégio São Luis (não votam só em escolas públicas?), que, por sinal, mais parece um shopping. Depois nós fomos para um shopping de verdade, onde acontecia uma feirinha. Tinham uns troços muito interessantes lá (não comprei nada), bijuteria de tampinha de lata, muito legal. E uma caixinha linda rosinha, fofíssima, mas um absurdo de caro. E eu fui pra globo!! É! Titia trabalha lá e eu fui junto. Foi muito legal, conheci os estúdios e até fiz uma reportagem (tá, sentei do lado e dei a maior força moral). E descobri uma coisa: não quero ser jornalista de tv.

28.10.04

Voltei!

Quando foi a última vez que escrevi aqui? Terça de noite. Tá. Então eu vou mantê-los atualizados: na quarta meu pai, a Rebecca e eu fomos à São Paulo visitar meu irmão. Eu odeio hospitais. O corredor levando aos quartos dos internados parece aquele corredor do Death Row no A Espera de um Milagre. Em compensação a comida é uma delícia, o quarto é luxo e a sala de espera tem bolachinhas de leite da bauducco, sem contar o gift shop fofíssimo e ótima infra-estrutura do São Luis (unidade Morumbi). O Daniel está bem, ele tá todo entubado e tomando muito remédio, mas parece bem. Tá com um pouco de dor de cabeça, mas só isso. Hoje (dia 28) saem os resultados dos exames e vamos ver que tratamento ele vai ter que fazer. A família toda apareceu por lá e eu finalmente vi o Caio de cabelo comprido. Ficou muito legal, viu? Então nós saímos de lá às 11, chegamos em casa à 1 da manhã e eu desisti de ir pro colégio. Fiquei em casa o dia todo fazendo trabalho de geografia e lendo o livro do Newton, que eu perdi. Acho que tá na casa da tia Ivone. Sexta voltei pra São Paulo ver o Daniel de novo. Meu pai foi pra Niterói e deixou-nos na casa da minha tia, onde passamos o fim de semana inteiro. Foi legal, vi muito meu irmão, assisti a vários DVDs de jazz do meu tio, estudei um pouquinho pras provas que eu perdi (história + biologia) e domingo fomos ao shopping.^^ Além de eu ter ganhado muita roupa da limpeza de armário da tia e da Jo =^.^=, inclusive uma botinha de amarrar preta que eu queria há muito tempo. Voltamos, Rebecca e eu, pra Campinas de taxi (a empresa do papai pagou), não quero nem ver a conta.
Aí voltei pra aula. Segunda fomos à Bovespa com a escola. Foi a maior descepção da minha vida ver os caras do pregão quietos jogando palavra cruzada, contando o que fizeram no fim de semana e mandando coração pras meninas. Meu Deus, onde está a emoção da bolsa??? Muito sem graça, perdi 22 reais a toa. Dormi na casa da Thaissa (estava lá até quarta de manhã)e acabamos dormindo às 2 da manhã em função do santo PRECOMEX. Que acabamos na terça! Sim! Na terça imprimimos e até encapamos o trabalhão. Na quarta foi a apresentação oral, para qual eu estava totalmente despreparada e me ferrei legal. Foi horrível, fiquei parecendo a-que-não-faz-nada-do-grupo para o professor e eu fiz muito, fiz mesmo! Ah! Porque nós tivemos que apresentar? Bom, pelo menos tudo já passou e é só esperar pela apresentação de TGA, a feira e acabar os slides e aí, sim. Ficaremos livres! Por três meses, aí volta tudo de novo, depois do Carnaval. Desta vez eu quero fazer muito antecipado, pra não dar problema. Putz, perdi muita matéria, tô meio perdida em muita coisa e eu preciso dos cadernos de alguém emprestado. Já tô vendo meu finzão de semana: copiar cadernos. E eu provavelmente vou pra tia de novo, pelo menos eu acho meu livro e meu pente. Outra coisa: estou rouca. Rouca, carganta arranhado, dor de cabeça, nariz entupido e espirrando. É horrível. BLERG!! Acho que peguei alguma coisa no hospital, ou da Joanna, que tava doente. Aiai... Além do meu pé estar doendo ainda de segunda, que fiquei o dia inteiro de salto (se bem que meu pé tá sempre doendo, preciso fazer fisioterapia), terça eu mal tava conseguindo andar. Que mais? Ah, sim! Só poque eu não fiz vestibular da FAAP, caiu narração e eles ganharam estojo com lápis, caneta, borracha e régua. Por que eu nunca ganho brinde quando faço essas coisas? Também não ganhei certificado na palestra da UNIP. Muita mancada... Escolas estão se rebelando contra mim, só porque minha historinha critica o método de ensino brasileiro. É uma rebelião!! Falando nela, eu preciso passar o segundo capítulo para lá. É um absurdo que só tenha uma página no word... Pra quem não viu ainda entrem aqui, não tem título ainda e eu estou aceito sugestões (só uma figura de linguagem, porque eu duvido muito que venha a gostar dos títulos de outras pessoas. E, por favor, comentem. Por sinal: estou escrevendo da escola, acabei de fazer a prova de história substitutiva, que foi um terror, fugi da pressão da Veronica para fazer aula do DELE (outra aula de espanhol é muito pra cabeça), comi um crossaint bizarramente bom (porter saído da cantina do colégio), eu não estoiu com fome E eu descobri que meu tênis é 37.

20.10.04

VICKYS.cjb.net ©


Primeiro eu quero pedir para todo mundo que passar por aqui que ore pelo meu irmãozinho. Ele está muito doente e precisa da ajuda de vocês e de Deus (isso não é um Forward de e-mail, é sério). Orem por Daniel Happ e que ele fique bom logo (Deus sabe o que ele tem, você não precisa saber). Em segundo lugar quero agrader às minhas miguxas lindas por terem me apoiado e me dado forças para continuar. Que mamãe continue forte, porque todos nós vamos vencer essa barra. Agradeço à Thaissa, meu anjo, por ter me tirado do meu angustiante egoísmo (e por ter me convencido de que não era egoísmo, embora eu ainda esteja acreditando no contrário). Valeu por estarem aqui e continuem orando. O gatinho é pro meu irmão, que só vai ver dois gatos e meio quando voltar pra casa.

13.10.04


Obrigada pelas visitas! Foram vocês (ou minhas entradas frenéticas para ver se as fotos não saíram da borda) que fizeram eu atingir as 500 visitas! (obs: a 500ª visitante fui eu). Valeu! Agora vamos fazer a contagem para o mil!!!
Hoje eu estou feliz porque comi picanha (e não era churrasco) e algodão doce e pipoca de graça.
FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!
Abaixo segue a letra de sexo mais linda (e meio sacana e mau) que já ouvi. Além de ser a mais legal.

Nightwish - Passion And The Opera


Princess of lust
Dignity put to dust
A virginal sight
Their apple to bite

Drink from my thighs
The rain of lies
A sight so cursed
Breasts which never nursed

An Aphrodite for mortal souls
Playing hide and seek in lecherous roles
Their erotic hour my tearless weep
Their satisfaction my infinite sleep

Naked limbs reflecting from the moon
I'll be there for you soon
First wish for this night:
Let me be your delight

Body of a virgin
Sould to the Devil's kin
Your God is me
In all that you see

An Aphrodite for mortal souls...

10.10.04

Hoje foi legal. Eu acordei à 1h (que é cedo para o horário que eu fui dormir ontém -5:30, o sol já estava saindo), enrolei um pouco e fui tomar banho. Aí nós saímos (minha família e eu), vimos O Terminal, jantamos, compramos trufa por 1 real (depois das orquídeas por 1 real, não perco mais nada), fizemos compras, buscamos a Rebecca e o Eric (que, pra variar, tá aqui em casa) e agora estou aqui.
O Terminal é muito, muito bom. Eu amei, achei surpreendente, a história é muito original, muito bonita. Gostei muito e recomendo para todo mundo. Olha a fotinho do filme:
Lembra de uma historinha que postei há algumas semanas atrás? Que ninguém comentou (será que alguém leu?). Bom, eu passei aquele capítulo (e os que seguirão - se meu bloqueio for embora haverão outros) para esse endereço. Como podem ver, se forem até lá, isto é, ainda estou sem título. Ainda estou aceitando sujestões (é pouco provável que eu aceite algum, principalmente a essa altura da história - até nos meus rascunhos, ele nem chegou na escola). Por favor me ajudem!!! Suplico-vos! Bom, o que importa é que a fonte alternativa é melhor para ler e ainda está sem coments, então se alguém quiser falar alguma coisa, dar sujestão, xingar, dizer que não sei escrever, faça-o aqui. Obrigada pela atenção e boa leitura!

9.10.04

Eu tinha tanta coisa para escrever ontem... Por que não posso ter hoje?
Bom, hoje, na verdade ontem a tarde, comecei minha emocionante semana do saco-cheio!! Oba! Uma semana sem aula!
Pra compensar a falta de assunto... Olha o que eu achei no MuggleNet:

You Know You're Too Big of a Fan When...

You mutter nonsense latin words under your breath.

You call your least favorite teacher Snape.

Your computer says "You've Got Mail" and you run outside looking for an owl.

You actually ask for a broom for Christmas.

You mutter "lumos" under your breath every time you turn on a flashlight.

You sort everyone you meet into the four Hogwarts houses. (Gryffindor, Ravenclaw, Hufflepuff and Slytherin.)

You were burned when you couldn't get through the flames of your fireplace.

You had to go to the hospital after you broke your nose running headfirst into the wall between platforms nine and ten.

The wand order mistake in GoF drove you crazy, and even after it was "corrected" you still came up with dozens of theories to explain why that happened.

You point a normal things like parking meters and say "Look at the things these muggles dream up!"

You collect plugs.

You try on every piece of silvery fabric your mom has to see if you turn invisible

Before getting up to get something, you always try to summon it first. Accio TV remote!

You watched "Love, Actually" because two minor Harry Potter actors were in it.

You were reduced to tears when you finally had book 5 in your hands.

You refer to your Chemistry class as Potions.

You spend hours tapping bricks in special orders hoping that a secret entrance to Diagon Alley will appear.

When playing chess, you yell orders to the chess players and get upset when they don't move.

You yell into the "fellytone."

You get emotional every time you hear "Hedwig's Theme".

You say "wicked" all the time because Rupert Grint does.

You get thoroughly overexcited every time you see a word somewhere that is distantly linked with HP (ie. Saint Hedwig's).

You name all of your pets after HP characters.

You get in to heated arguments over how much gel Tom Felton had in his hair in the first two movies.

You know that Harry's birthday is July 31, 1980, Hermione's birthday is September 19, 1980 and Ron's birthday is March 3rd, 1980 even though it never said in the books.

You refer to Voldemort as "You-Know-Who", and no one has any idea who you're talking about.

You went out and bought the latest editition of the Webster's Dictionary because they added the word "muggle".

You were kicked out of the movie theater for standing on your chair, throwing your shoe at the screen and yelling "THAT DIDN'T HAPPEN IN THE BOOK!"

You count the days until you're old enough for your apparating license, and everyone else thinks you're talking about driving.

Your free time on the computer is spent constantly refreshing your favorite Harry Potter news site, hoping for an update.

3.10.04

AGORA podem comentar!! Novo sistema fofis!!
Capítulo I - Infância


Às vezes fazemos coisas e não sabemos porque. Às vezes somos empurrados a agirmos de contra nossas vontades e bem-entendimento. Somos amarrados a cadeiras enferrujadas, assistindo a carrascos, suas faces ocultadas por negros mantos, apenas deixando os olhos aguados e morbidos a serem vistos e temidos por nós. Há mofo nas paredes, desprendendo-se, há gosma verde pendurada do teto. Ratos e baratas correm pelos corredores e aranhas e morcegos sobrevoam nossas cabeças. Despacham os inconvenientes nos bueiros imundos e penduram-os nos galhos mortos de árvores pretas. É possível ouvi-los gemendo por socorro e misericórdia com um último fio de voz. Fórmulas e regras são jogados até nós e precisamos engoli-los de qualquer jeito, sem que façam sentido algum. Somos reprimidos ao fazer o mínimo de barulho e ao ameaçar um sorriso. Procuramos uns aos outros por ajuda e desespero e ninguém tem a resposta. Independente do clima, está sempre frio e úmido. O mundo atrás das grandes grades góticas enferrujadas não nos afeta. Aprendemos a ser racionais e sistemáticos. Cada aluno novo que ingressa nesse submundo é treinado para virar um tirano do mundo moderno, sem idéias próprias, sem pensamentos, apenas um diploma de peso, um ar superior e arrogante e intermináveis fórmulas e regras na cabeça.
Neste conto de maldade inabalável, contar-lhes-ei o que fiz para mudar meu destino.
***

Há muito tempo atrás, em outras terras e em outras dimensões, cresci e vim a amar este país. Atravez das águas, Regium Campus dividia-se dos outros continentes. Destacava-se pelo verde abundante e animais exóticos, era um país para famílias, crianças e aposentados. O meio de transporte principal era a bicicleta ou os próprios pés; leite, carnes, pães e frutas, juntos com as correspondências, vinham diariamente para nossos casas, logo de manhã. Paisinho pitoresco, retirado de um conto de fadas, com casinhas brancas de telhados vermelhos e janelas verdes ou azuis. Bancos de tocos convidativos enchiam as praças e fontes as embelezavam.
Foi neste país que fui à escola, aprendi a somar e a soletrar. Passei minha infância tranqüila e calma, assistindo a passarinhos banharem-se nas tardes quentes. Aprendi não apenas aquilo que deveria na escola primária, mas também desenvolvi meu próprio raciocínio e amei muito a vida e, principalmente, a entendê-la. Mas só compreenderia, realmente, quando fosse para o Instituto de Ensino Superior, na capital, em Andrômeda. É claro que "Ensino Superior" não era muito superior, aprenderíamos economia, alquimia, astronomia, história e literatura. Viraria um intelectual, entraria para a elite e faria uma diferença no mundo. Lembro-me de mim mesmo, miudinho, aos nove anos, esquematizando minha vida.
No ano seguinte, em meu aniversário, lembro-me de ter estado no trêm que sobreandava as águas, dizendo adeus para meus familiares e amigos, com meio corpo para fora da janela, acenando sorridente. Mamãe lacrimejava de orgulho, papai retribuia-me meu sorriso. Psrecia que o tempo havia parado naquele oasis de sentimento. Aquele foi o momento mais feliz da minha vida e a última em que Regium Campus.
***

Voltei a encostar no banco recoberto de couro, satisfeito comigo mesmo. Até aquele momento não havia percebido o passageiro que dividia a câmara comigo. Sujeito bizarro, mal-arrumado e sujo. Não parecia saudável e muito menos sano. Até na ingenuidade da minha infância senti medo. Mas, mais que medo, senti curiosidade.
- Por que o senhor está tão sujo? - perguntei rapidamente, sem pensar.
- Porque fazem anos que não me banho. - ele me respondeu, com um sorriso torto, cehio de dentes amarelos igualmente tortos.
- Ah...
Aparentemente, o passageiro se interessava tanto por mim quanto eu por ele. Estudava-me profundamente com seus olhos cansados, eu fitava-lhe em resposta, admirado. Era a primeira vez que via algo feio, a primeira vez que via algo sujo que não fosse a terra.
- O que um garotinho como você faz indo a Andrômeda? - perguntou-me de repente.
- Vou à escola.
- Mas é tão pequeno...
- Eu já tenho dez anos! - rebati com força - E o meu lugar é o Instituto de Ensino Superior!
Ele paralisou-se quando ouviu para onde ia. Piscou algumas vezes e voltou a sorrir, dizendo:
- Você não quer ir para lá.
- E por que não quereria?
- Ora... - começou devagar - Se você acha que eu sou sujo, nem imagina o que lhe espera.
- Não é! Lá é o lugar mais limpo de toda Andrômeda!
- Já foi a Andrômeda? - perguntou irônico.
- Não...
Agora estava abalado. Com certeza esse homem sabia mais sobre a cidade e sobre minha escola que eu. Agora começava a ficar nervoso e cheio de dúvidas. Os bancos já não pareciam tão macios e o colarinho de minha camisa começou a apertar. Tinha que perguntar...
- O senhor já estudou no Instituto?
- Sim - já não sorria mais - Mas fui expulso.
- Por quê?
- Porque sabia demais.
Arregalei os olhos em espanto. O que aquilo poderia querer dizer?
- Eu não lhe direi mais nada, vou deixar para você decidir o que acha da sua escola - falou, percebendo minha agonia - Só não julgue por primeiras impressões.
***

Não nos falamos pelo resto da viagem, onde eu tive tempo suficiente para me desesperar e recompor cinco vezes. Enquanto isso, meu colega dormia. O queixo sobre o peito e as mãos nos bolsos. Ele parecia estranhamente atento e pronto a atacar a qualquer instante. Sujo, frio, irônico, dentes tortos, porém confiável e bizarramente protetor. A sua presença me acalmava, como fazia meu pai, nos dias de chuva, neste momento tão complexo de minha vida.
Fechei os olhos e me concentrei no som da fumaça e dos trilhos do trêm. Antes de eu perceber, estava dormindo.

by Deborah Happ


-----------------------------------------
Espero que tenham gostado do primeiro capítulo da minha ficção-científica (que está sem nome e parada há um tempão). Comecei a escrevê-la em uma da milhares de vezes em que fiquei para fora da primeira aula de química, por me atrasar. Foi a única vez em que fiz algo de verdadeiramente útil. Esse é meu bebê e um dos meus maiores orgulhos.
Beijos!
VICKYS.cjb.net ©
Ahm... Hoje eu jantei fondue!!! Ficou gostoso e eu descobri que o gosto amargo é do vinho (a que não entende de cozinha) e EU cortei os pãezinhos (super!). Aproveitando o dia frio e o fato de que a fonduezada nunca ia acontecer mesmo. Hoje foi um dia bom para dormir (aliás, ontem) e foi só isso que eu fiz! É! Acordei às 11:00, tomei café, voltei pra cama, li um pouco e dormi até às 4!! Se eu tivesse mais o que fazer, e se fosse um dia bonito, eu certamente me arrependeria, mas como estes não foram os casos. Então eu estou feliz porque eu dormi!! Porque dormir é bom e eu sonhei muito!
Pois é, tive um sonho muito estranho, nesse meu midday nap. Estávamos (eu, Rebecca, meus pais, meu irmão e o Caio) num lugar muito diferente, onde a gente tinha que tomar um troço bizarro (agulha com aguinha de diversas cores e estranha coisa na ponta que realmente fazia o negócio funcionar (o resto era charme de ficção científica) que na verdade era docinho) para não se contaminar. Tipo, minha irmã meio que foi contaminada, mas ela saiu antes de ser completamente clonada. O clone tinha cabelo de barbante que começava do meio da cabeça e tinha a roupa (de dança do ventre) diferente (ela tinha se contaminado num lugar de dança do ventre que apareceu em um dos meus outros sonhos, a cidade da arábia, que deveria existir). Certa hora estávamos no que deveria ser a casa da minha avó, uma casa de tijolos enorme e muito, muito estranha. Havia muitos cômodos vazios (sem móveis) e outros dentros de crateras no chão. Então a cozinha estava numa dessas crateras e eu resolvi descer até lá, mas não tinham escadas, então eu perguntei ao meu irmão como descer e ele falou, pela geladeira. Então eu vi que havia uma escadinha na geladeira, realmente, mas era absurdamente estreita, então eu desci com a maior aflição que lembro ter tido em um sonho (desdaquela (??) vez que sonhei que fiquei pelada em público), até eu esbarrar o pé em alguma coisa que abriu como um leque de grandes coisas redondas. Aí eu aprendi e desci o resto numa boa. Dãããã!! Aí voltamos para o nosso quartinho minúsculo/apartamento e eu descobri que a minha irmã e o Caio, que é meu primo, estavam namorando, ou pelo menos começando. Estranho... Depois os dois resolveram montar uma banda (porque ela tocava violino e ele violão) e descobriram uma: Las Navegaciones!! (depois eu descobri que estávamos na Espanha). Estavam ensaiando na casa do líder da banda (eu fui junto, por alguma razão estranha). Chegou uma hora que queriam que o som ficasse mais alto e começamos a fechar as portas, mas a principal, não podíamos, porque tinha alguma coisa da qual o dono se envergonhava (então por que deixar na porta???). Fechamos à força e vimos um pôster do líder com uma bandinha de três menininhos super fofos (de quando ele era menor). Ele ficou bravo, tanto que, no dia seguinte, ele e a namorada sairam da banda, levando as melhores músicas. (Ela, porque quando viu o cartaz lembrou de uma prova e teve que sair) Observação: na banda havia um trombete e aquele negócio que parece um teclado de boca, sem contar a Krista, que acho que tocava piano. Então nós fomos pedir ajuda a um amigo que morava no que lembrava muito o último andar da casa da minha avó (de verdade). Ele, na verdade, era um negro, mas estava pintado com tinta branca, ainda molhada e aparentemente alejado e estava sendo ajudado por um cara pinntado de preto (como na charge do Igor) a entrar na cama. Nós invadimos a casa, ligamos o PC, procuramos a nossa banda no busca e ligamos o rádio (musiquinha: "sex, bath and trouble"???). Aí eu acordei e nunca vou descobrir se achamos ou não a solução para nosso problema que era...?
De qualquer jeito, eu acho que vocês perceberam que eu tô de template novo. Hehehe... LAY NOVO!!! É... Eu estou na minha fase glitter, fofa, cute... Como preferir. O que acharam? Agora o layout tem menos a ver com a música ainda... Por sinal, essa moça bonita aí em cima, a Jessica Simpson, cantava uma música legal, "Irresistable". Nem sei se ela ainda canta, a Vero deve saber...

30.9.04

Estou com uma saudade absurda da Giulia... Apesar de nós estarmos nos dando melhor às distâncias, estou sentindo muito a falta dela. Ela sempre foi meio que meu escudo. Quase nunca me inclinava nela por suporte, mas eu sei que foi por causa dela que eu não fui alvo de tantas críticas até esse ano (ou talvez seja porque eu tive o azar de cair, pela primeira vez, numa classe onde não apenas nerd é minoria, mas as pessoas são preconceituosas e estúpidas). Sei que essas pessoas não zoariam se ela estivesse por perto, ou pelo menos ela me ajudaria a viver por isso de cabeça erguida. Ah... Imagino ela, com sua vozinha suave, a maioria das vezes com a cabeça nas núvens me dizendo, desta vez realmente revoltada: "Ah! Essas meninas são um bando de invejosas!" Ou com suas piadas pornográficas insubstituíveis. Além disso, ela sempre ria das minhas piadas e sempre tinha uma boa conversa.
Apesar da minha certeza de que não estaríamos na mesma classe e da minha inveja persistente, eu ainda sinto falta dela, muita falta...
Ontem eu fui trabalhar com meu papai! Primeiro, aliás, deixei o xerox do capítulo de história na casa da Nanda. A dorminhoca ainda tava dormindo!!! Bom, é bom que ela tenha dormido ontem, porque hoje só dormiu uma hora, mas isso é história dela. Aí eu fui pra Ecosorb, que é em Itatiba, num quartinho com um secador de turfa gigante e um computador sem imternet. Me diverti durante a manhã inteira fazendo coisas inúteis no paint e jogando paciência. E ganhei uma dor de cabeça horrível durante o processo. Almoçamos num boteco de Pastel em Louveira (uma delícia) e fomos a São Paulo (rumo à capital). Chegamos incrivelmente cedo no meu ortopedista (tanto que consegui ler uma Istoé inteira). Então recebi a fantástica notícia de que 1) eu cresci!!! (Bom, em dois anos, isso era meio inevitável...) Agora meço 1,56m!! Estou maior que a Angelina Jolie!! e 2) que só vou precisar usar meu santo colete para dormir!!!! Oba!!! (Apesar de minha postura estar horrível e minhas costas estarem doendo muito)
Hoje, o dia começou bem: acordei 4:17 com a respiração anormalmente alta do meu irmão. Então eu resolvi tomar banho. A água estava acabando então eu vim, de toalha, para a sala ligar a bomba. Então eu voltei, lavei meu cabelo, passei o dia, voltei pra casa e descobri que eu simplesmente esqueci de desligar a bomba. o.O Ela queimou!!! Ah! Eu quero morrer! Além de todos os problemas aquáticos que estamos tendo aqui em casa, eu consigo estourar a bomba! Caso alguém não tenha entendido nada: não, não tem água encanada em casa, vivemos de um pocinho (do mesmo jeito que não tem esgoto, Speedy ou estrada asfaltada. Acho que o governo, pra variar, esqueceu de nós). E recentemente a água tá vindo meio translúcida... O pior é que o gosto tá normal, só a cor...
Hoje eu vi o Kauê na rua. Informação inútil... Só vi, mesmo, da janelinha do ônibus.
Aiai... Continuando meu dia fantástico: de manhã em Campinas, estava super fresquinho, muito gostoso, iria esquentar. Reparem do verbo no futuro do pretérito, mesmo, porque eu passei frio naquela cidade gelada que é Valinhos. Todo mundo de agasalho e eu, a infeliz, que não sabe prever o tempo, de shorts e camiseta. Passei um frio danado e cheguei a ficar roxa... Nunca mais saio de casa sem um agasalho... Acho que a Lúcia realmente queria que a Rebecca usasse seu presente (um agasalho lindo da Austrália).
Falando nela... FELIZ NIVER, LULÚ!!! Espero que você tenha gostado da "super montagem". Eu estava do lado da Rebecca quando ela fez dando apoio moral e ensinando o pouco que eu sei do Paint Shop Pro para ela. Que você seja muito, muito, muito feliz para sempre!!
A Veronica fez um blog (ou estava fazendo, quando me ligou). Entrem aqui.

28.9.04


Take 3: Hoje eu fiquei em casa porque teve olimpíadas no colégio e, como não estou jogando nada (a coluna, graças à Deus, impede), fiquei aqui. Foi tão bom acordar às 9h, almoçar meio dia, ficar a manhã inteira sem fazer nada, não ver certas pessoas, sentir saudades de outras, adiantar tarefa (ou não), fazer trabalho... E tudo isso SEM meu irmão vendo filme por perto!!! É!! O Daniel (meu irmãozinho querido) ficou na casa do Thomas, como ele também não está jogando nada, eu pensei que teria que suportá-lo por um dia inteiro que não fosse fim-de-semana. Mas... Que bom que amigos existem!
Amanhã eu vou para São Paulo com meus pais (ortopedista, URGH!!) e acho que o Dr. Barras vai diminuir as horas (oficialmente, hehe) que eu tenho que usar aquele maldito colete. Vou poder ir à escola sem ele!!! OBAAAA!!! Bom, é bem provável que eu passe quase o dia todo na net amanhã, mas em compensação vou ter que acordar bem cedo (pra variar).
Narração exdrúchula do dia: Ontem, quando eu tirei meu santo colete e me olhei no espelho... Tinha uma ESPINHA ENORME no meu colo. AHHHHHHHHHHHHHHH!!!! Foi horrível! E pior ainda foi minha mãe falando para eu não apertar... Dava uma agonia, meus dedos tremiam, querendo chegar perto daquela mina de pus (EEECAA!!). Mas eu me segurei. Ah! Eu consegui!! E jantei com ela me incomodando, passei uma hora na presência insistente dela. E, quando fui tomar banho, desapareceu!!! Deve ter estourado com o vapor da água, ou algo assim. Que bom, porque se eu tivesse apertado com os dedos, tenho certeza que hoje ela ainda estaria aqui, comigo, me assombrando. Não como ontem, mas estaria...
O blog da Nanda está funcionando, embora sem comments (pelo menos no meu PC). Deve ter sido coisa do computador do colégio, ontem, viu Nanda? Entrem e comentem! Hotblog! (não estou a fim de colocar link de novo), agora com gifs próprios! Que inveja...

27.9.04

Nooooooooossa!!! A sora gostou mais do meu!!! OBAAAAAAA!!!
Seguinte: eu estou, finalmente, escrevendo do computador do colégio. (obs by nanda: felicidade mor!!!a minha tava boa tb!!)(mas nada páreo para a debby machine!!! muahahaha!!!- que podre) Nós estamos na aula de artes, fazendo propaganda de revista no Corel e eu dei uma idéia super original (by nanda: modesta!!!!) (apesar da idéia da nanda também ter ficado boa. viu como eu sou boazinha?) e sora gostou mais das minhas moléculas!!! Muahahahaha!!!
Bom... A aula tá acabando então eu preciso ir.
FUI!!!
(bn: pelo menos ela reconhece a capacidade dos outros!!heheheh ah!!!!!!xo aproveitar, pra compensar o pequeno esculacho visitem meu blog!!!huahauahua e comentem, preu ficar + felizinha !!!)

25.9.04

Uma das coisas que mais incomoda sobre provas é quando você termina muito antes que todo mundo. Dá aquela agonia interminável e começa a pensar em tudo que deveria ter feito. Pior é virar para o lado e ver aquelas pessoas escrevendo 15 linhas por questão de palavras decoradas de anotações e livros relidos quinhentas vezes. Das noites estudadas, das madrugadas adormecidas no fechar de um livro. E olhar para baixo, para o papel quase branco, com poucas palavras de respostas inacabadas e racionalizadas rapidamente, para impedir o branco nauseante. E aí vem a culpa, como líquido quente que sobe devagar pelo esôfago e pára na garganta como uma pedra. O pescoço começa a esquentar e a cadeira se torna impressionantemente desconfortável. Por que não anotei durante a aula? Por que não comecei a estudar uma semana antes? Pra que deixar tudo, sempre, para última hora?
descobri os tais das tabelinhas da Mirela...
Nossa... São quase 5h, preciso dormir! Fui!
Esta é a Tarja, vocalista do Nightwish, que, por sinal, tem a voz mais bonita do mundo.
Mudei a musiquinha, caso alguém não tenha percebido. Essa é a música do Fusaro. Espero que gostem, embora tenha poucas esperanças.

Angra - Rebirth


Cooling breeze from a summer day
Hearing echoes from your heart
Learning how to recompose the words
Let time just fly

Joyfull sea-gulls roaming on the shore
Not a single note would sound
Raise my head after I dry my face
Let time just fly

Recalling, retreating
Returning, retreaving
A small talk your missing
More clever but older now

A leader, a learner
A lawful beginer
A lodger of lunacy
So lucid in a jungle
A helper, a sinner
A scarecroow's agonyzing smile

Oh! Minutes go round and round
Inside my head
Oh! My chest will now explode
Falling into pieces
Rain breaks on the ground-blood!

One minute forever
A sinner regreting
My vulgar misery ends

(And I) ride the winds of a brand new day
High where mountain's stand
Found my hope and pride again
Rebirth of a man

Time to fly...


Aiai... Essa coisa de disputar o PC com a irmã que deveria, tecnicamente, dormir cedo porque tem trabalho voluntário amanhã está começando a ficar difícil. Eu acho que nunca mais vou achar alguém online no MSN. Aiaiai... Por sinal: Fê, coloque sistema de comments no seu blog, porque eu quero comentar!!!
Ahm... Vamos à minha semana, então:
Terça: Meu papai foi me buscar na escola, oba!! Eu cheguei cedo em casa.
Quarta: Escursão!!! Foi engraçdo, eu não tive que acordar mais cedo (busão saia do Porta às 6:30), mas em compensação cheguei com o ônibus saindo. Foi muito legal, Campos é lindo. Tiramos muitas fotos, agora precisamos acabar com o filme e revelar... O ruim é ter que fazer trabalho depois, de geografia, ainda por cima. O que me lembra... Tenho que pesquisar BLERG! Aí dormi na casa da Vero,
Qunita: Passei a tarde fazendo uma câmara escura de caixa de sapato.
Sexta: É hoje!! E não fiz nada de especial.

Nossa... Que semana curta... Pareceu bem maior. Bom, o que importa é que achamos orquídeas por R$1,00 em Campos e eu não comprei porque tinha deixado minha carteira no ônibus. E hoje eu peguei o ônibus sem pagar, porque deixei a carteira na outra bolsa. Mas eu pago na próxima Sexta, eu juro!
Só pra isso não ficar tão vazio:

Adotado de Dreaming Dolls

19.9.04

Oi! Hoje eu estou escrevendo do notebook do meu pai (é, parece que eu vou começar a ecrever uma vez por semana e de computadores diferentes). Além do PC do andar de cima (aquele velho que usei no último post) ter dado alguns problemas, eu (isso mesmo, EU) tirei o modem dele para testar se era esse o problema do meu PC e, quando pus de volta, ficou falando que meu modem está quebrado. ???? O que eu fiz? Acho que vamos precisar reprogramá-lo, mas isso papai faz, minha vida de mecânico teve apenas um episódio (acho que não mesmo). Durante toda essa aventura de não ter internet e precisar ficar mudando de modem, descobri uma coisa mágica, o meu mouse não é, definitivamente, o pior do mundo. O do computador de cima é quase tão ruim quanto os do colégio (e eu, mais uma vez, vou levar em conta que o preço que meu pai paga é para ter mouses decentes, mas, aparentemente, cuidar do jardim é mais importante). Mas a coisa mais irritante do mundo é mouse de laptop (meu pai desistiu de usar mouse normal, porque aquele era o meu antigo e sofrivel). Na boa, se eu digitasse nisso todo dia, eu teria mais LER (lesão de esforço repetitivo) do que tenho hoje (essas letras juntinhas...). Outra coisa legal é que comecei minha vida de fazedora de blinkies e plaquinhas ^^ Acho que já contei isso... Bom, a novidade é que estou menos megolomaníaca (fiz um do Brasil e dois de rock). Tem até um presente para você, viu, Nanda (agora com link certo)! Que mandarei assim que meu santíssimo PC voltar a funcionar. Me sinto especialmente orgulhosa desse. Algum dia, ainda tenho esperança, conseguirei fazer meu próprio layout. Observação: hoje, quando levávamos o Eric e sua irmã, a Aline, para casa, ela falou que está montando um site com a amiga e que blog não tem graça. Detalhe, ela está na quinta série. Tudo bem que ela é irmã do Eric, mas que vergonha, a menina tem 11 anos... ¬¬'
O que fiz hoje? Acordei às 9h, levei a Rebecca à igreja (ministério de artes), fui no Fleury tirar raio-x (se aparecer outro clips eu vou começar a ficar preocupada), onde eu vi um pouqinho de Power Rangers (sinceramente, o que era aquilo? Tinha uma moça má com cabelo rosa choque parecendo a Gwen Stephani, quando ela tinha cabelo rosa, que pensava que um dos Power Rangers tava apaixonado por ela. Meu Deus, onde esse mundo vai parar?), comi de graça (eu amo aquele laboratório) e vi uma revista de noivas (nova moda: vestido com flores pintadas à mão). Aí nós rodamos por Campinas a busca de lojas e descobrimos que não era a melor idéia comprar lá, então fomos buscar a Rebecca e levá-la na casa do Eric para eles fazerem foguetes de água (don´t ask) juntos com o Hélio (deu certo) e, no caminho, papai deixou minha mãe e eu no supermercado. Não foi uma escolha sábia, só compramos besteira, inclusive uma blusinha linda para a egoísta aqui. Eu também comprei acetona (vou poder tirar a caca que fiz nas minha unhas) e esmalte preto (tá, é café, mas era o mais escuro da prateleira) YEAAAH!!! Depois eu voltei pra casa, caiu um toró de verão, tomei banho, busquei a Rebecca e fui ao reencontro do acampamento (biri biri bi pó pó pó pó pó pó). Levei a Lílian, uma amiga dela e a Ester para suas respectivas casas e agora estou aqui. Ufa!
Explicando a saga dos clips, para quem ficou perplexo ao ler, é o seguinte: da primeira vez que eu tirei meu raio-x, há uns dois anos atrás, ainda no Centro Médico, tinha um clipe no meio. Beleza... Na próxima vez, o mesmo clipe, no mesmo lugar. Tá, eu engoli um, ou coisa parecida, quando era menor. Aí, uma coisa estranha aconteceu, da terceira vez haviam 2 (dois) clipes! Eles estão se reproduzindo!!! Daqui a pouco eles vão tomar conta do meu corpo e eu vou virar um clip gigante! NÃÃÃÃOOOOOOOO!!! Hahaha... Se a Thaissa estivesse aqui ela diria: "aterrisa, Deborah, aterrisa..."
No caso das minhas unhas é pior ainda (não, não estão nascendo pêlos nas minhas unhas (EEECA!!), até porque removedor não tira cabelo. Na quinta eu resolvi fazer as unhas. É, eu fazer minhas próprias unhas. Eu já tremo, imagina com pincel na mão. Até aí, tudo bem. Acontece que não tínhamos acetona. Aí chegou uma hora que eu errei e resolvi tirar o esmalte (detalhe, só tinha passado esmalte na mão esquerda, a direita estava só com base). De que jeito? Enfia debaixo da torneira!! Bom, aí virou uma meleca... Então agora eu estou uma mão só com base e a outra com um estranho brilho rosa. Sorte que ninguém percebeu... Amanhã eu refaço com cuidado.
Estou ouvindo "Duality", do Slipknot, uma música que deveria tocar e tocar e tocar e nunca mais parar. E estou seriamente pensando em mudar a trilha sonora daqui.
Observação inútil: a Giulia está me mandando um monte de e-mails e até o Renato me mandou um forward de uns provérbios chineses que eu não suporto mais ler que parece ter rodado a rede inteira (uma semana sem internet e olha o que acontece).

9.9.04

O Retorno!

Quero avisar-lhes de que eu não estou abandonando o blog (pelo tristeza de alguns, não, isto não foi a sua vitória...). A internet do meu PC não está funcionando (vou chamar a Raquel para dar uma olhada...) e só agora, depois de 10 dias, eu resolvi entegar-me ao PC velho, com Windows 98, resolução ruim, mouse pior ainda, teclado com os acentos fora de lugar, quente e empoeirado...
Já que eu estive fora por tanto tempo quero deixar algumas coisas em dia:
dia 2 de Setembro: Niver da Giulia, parabéns, Giu!!!

dia 4 a 7 de Setembro: Acampamento!!! Foi legal voltar ã esfera da igreja, reencontrar meus amigos (faz alguns bons meses que não vou, a falsa crente), tive umas ótimas respostas de Deus e acho que daqui em diante minha vida espiritual vai melhorar. Queria parabenizar a Adrielle e a Paula pela música que elas compuseram, embora já devem estar de ouvidos cheios de elogios. O Igor e o Eric foram com a gente (Rebecca e eu), eu espero que tenham gostado (Eric, eu espero que tenha melhorado). Eu preciso do endereço dos blogs da Paulinha e do Pinky pra pôr aqui, por sinal. Biribiribi poropororó
Coisas incríveis aconteceram em casa enquanto estivemos fora. Mamãe redecorou a sala, ficou muito bonito, fizeram churrasco (tá, meu irmão merece, porque ficou em casa) e compras (depois de quase um mês sobrevivendo aos pouqinhos), meu pai pagou as contas (então agora quer dizer que mês que vem é o definitivo mês que vem, talvez nós conseguiremos batentes para as portas) e mamãe fez um delicioso doce de amoras (que era para ser geléia, mas ficou muito tempo no fogo)(a amoreira está cheia...).
O tempo está ficando bonito de novo, não choveu durante o feriado inteiro (e até tive uma chance de tomar sol na cara e ficar menos pálida) e hoje estava muito gostoso, mesmo de manhã. E minha pele não está tão ressecada, o que significa que a humidade do ar está maior. Daqui a pouco estarei pedindo pelo frio de novo.
Eu passei no DELE (uma prova para qualificação para o curso de espanhol), mas eu não quero fazer o curso, odeio espanhol... Algumas pessoas não passaram e queriam muito fazer o curso. Eu quero dar minha vaga para a Marília, que disse que ama espanhol. Espero que ela nunca leia isso, mas estou muito contente que eu fui melhor que alguém nessa prova. E me sinto covarde e egoísta dizendo isso, porque ela também queria muito passar, e não passou.
Comentários de paty que não deveriam estar aqui: preciso fazer as unhas e intercalar o shampoo novo com um de camomila, porque esse é bom, mas está escurecendo meu cabelo.
Estou fazendo minhas próprias plaquinhas e blinkies com meu nome (inclusive eu estava tentando ensinar a Nanda a fazer também hoje na aula de Educação Física). Também resolvi de uma vez por todas fazer minha página (fiz um layout amarelo podre para ele, até, só faltam os códigos, hahaha). Assim que meu outro micro voltar a conectar, eu tento colocá-lo no ar.
Por hoje é só (só???). Beijão e torçam pelo meu computador!

31.8.04

Queria avisar que o servidor do flog da Giulia, infelizmente, teve problemas internos e foi deletado sozinho. Por isso, substitui o link dela pelo blig da minha grande amiga Lígia! Na verdade é um blig comunitário, mas ela está lá. Cliquem aqui para entrar.
Ahm... Primeiramente eu queria agradecer ao Lucas por ter me linkado (principalmente na parte de "não recomendado"), porque têm entrado algumas pessoas aqui e gostado do que viram ^_~
Novidades... Ontem eu dormi na casa da Thaissa (acho que meus pais estão tentando se livrar de mim...). Graaande!! Mas agora estou de volta! (Maior ainda...) A Fê, fez blog novo! Não mudou muito, mas tudo bem... Entrem aqui. Que mais? Estou ouvindo Cocaine, do Eric Clapton, o melhor guitarrista vivo. E estou baixando Kazaa (o outro programa é muito ruim), como isso demora... Hoje fiz minha primeira plakinha!! Ela é rosa e diz "OI!" e até pisca! Estou tão orgulhosa de mim mesma...
Eu falei com o Rafinha (deveria colocar um link do flog dele aqui, mas eu não lembro...) outro dia. Nós falávamos do porquê da existência humana, e porque ela deveria acabar-se. O Rafa acha que é para espalhar a bondade e o amor, mas, sinceramente, o que isso realmente gera? Pensem comigo, o ponto de viver para a maioria das pessoas é achar um grande amor, casar e ter filhinhos. Bom... Para mim, isso significa ploriferar, para vocês não? Ou seja, somos iguais às outras espécies: nascemos, crescemos, nos reproduzimos e morremos. Com a única diferença de que destruímos o ambiente, enquanto fazemos isso (e ambientalista nenhum pode discordar disso, porque ele também não vive sem a maioria das coisas que poluem).
(O último parágrafo era para ser a maior dissertação sobre o significado da vida, mas, como muitos de vocês sabem, eu odeio e vou muito mal em redações dissertativas. E eu adquiri uma repressão horrível contra enrolações... Acho que aprendi a escrever).
Eu tinha outra super idéia para escrever, mas vou deixar para a próxima, ou acabam minhas idéias revolucionárias e anti-humanistas... Deixa queito...
Beijo, gente!

27.8.04


Tá... Essa notícia é meio velha, mas como não deu para postar antes, aqui estou eu! Na quarta eu fiquei até tarde para assistir à ópera (eu queria voltar para casa, mas meu pai não deixou). Descobri que aquele pessoal é muito folgado (ficam assistindo aos jogos olímpicos no meio da aula) e passei um tempo com a Beca e a Anne, fazia tempo que eu não fazia isso. Pensei que ficaria entediada, mas acabei usando todo o meu tempo, até fui ao apoio de física do normal (a matéria é diferente então eu fiquei boiando legal), ou melhor, ele veio até mim e o quiosque, com excessão das duas última aulas, que fiquei sentada escrevendo (acho que vou demorar muito para acabar aquela história...). Depois peguei carona com minha irmã e alguns amigos (conheci um pessoal do terceiro) para o Mall, onde "jantamos". Minha irmã e eu dividimos um sanduíche frio e nos arrependemos (principalmente eu, porque foi ela quem pagou. Algum dia eu te repago...). Então fomos ao espetáculo: Carmina Burana foi excelente! Eu nunca tinha visto (nem na TV) algo igual. Muito, muito, muito bom!! Tudo bem que no meio havia umas partes meio devagar, mas só aquela entrada valia a pena!
Hoje eu já tentei baixar uns três programas de download de música (e olha que só são 17:26...) e finalmente consegui um tal de eDonkey, que era o único programa que baixava no Baixaki com estrelinha que baixava e não era Kazaa. Bom... Agora eu posso ter minhas musiquinhas!!! OBA!!! O melhor disso é que eu não vou ficar nem com peso na consciência pensando que estou fazendo algo ilegal (há alguns dias a justiça americana declarou que programas desse tipo não violam direitos autorais, já que as músicas são trocadas por fãs e não baixados diretamente delas)(que certinha...).
Hoje tava quente, né? Espero que fique assim até Julho do ano que vem...

24.8.04


Adotado de Dreaming Dolls
Eu vi, certa vez, uma gozação de blog de um nerd, não lembro onde. Nele tinha o projeto <--Insira nome estranho de possível ritual de acasalamento de índios aqui-->, um nerd na balada. Bom, adivinhem o que eu fiz no Domingo??? Éééé!!! Lá fomos a Carol, a e EU no Café Cancun. Não me perguntem o que eu fazia lá, porque eu ainda não sei. Bom, valeu por não poder ir ao Morumbi no dia 11. De qualquer forma, foi muito legal. Acho que vou iniciar minha vida de baladeira (ou não, meu pé ficou doendo até segunda de manhã, isso porque fui de salto baixo). O fato é, inclusive, tão memoriável que dois "fotógrafos" tiraram nossa foto. É... Pra marcar mesmo, o problema é que um site não existe e o outro não relata a festa (ainda, eu espero). Bom, quando isso acontecer, eu as ponho aqui. Ficaram boas, pelo incrível que pareça.
As meninas vieram aqui filmar no Sábado (foi muito engraçado) e hoje apresentamos. É... Foi muito trabalho para pouco ponto e muito mico. Nunca mais faço isso. Descobrimos, também, que a Thaissa é uma ótima camera-woman(?), mas uma péssima editora (fala dela mesma). Tá... Não fez sentido, mas ficou super original (nada como a do Diego, né, mas tudo bem...).
Ahm... Amanhã vai ter Carmina Burana (é, a ópera). Eu vou, claro. Mais alguém para ver cantores perdendo a cabeça e quase explodindo por falta de fôlego de pessoas normais? Alguém aí viu "Fantasma da Ópera"? Cara... Vai ser horrível com aqueles violinos desfinados, mas eu nunca saberia que eram, se a Rebecca não tivesse me contado.
Faz um tempo absurdo que eu fiz isso aqui... Foi muito divertido fazê-lo (no Paint Shop Pro), a primeira grande geleca que fiz no programinha. Posted by Hello

20.8.04



Eu não tenho muito o que falar hoje... Mas passei no blog da Mii e vi um gif lindo, descobri sua origem e então peguei um pra pôr aqui. Vai ficar (ficou, para os leitores) chamativo, esse azul céu no rosa, que fofinho!
É... Eu estou meio feliz hoje, não tenho nada para fazer, com excessão do filminho e do troço da bolsa... que chatice... bom, vamos fazer sozinha, que é mais fácil... Bom, lá vou eu, então.
Beijos!
Aiaiai... É sexta-feira! Eu estou aqui, esperando meu pai entrar no msn, para eu avisá-lo que as meninas vêm aqui gravar o "La Cucaracha" (super película de Espanhol. O problema é que eu acho que ele está em São Paulo, aí não dá... Mas o pior é que, para eu tentar ligar para ele, vou ter que sair da internet e eu acabei de criar meu Neopet! Eu quero brincar com o meu Tixuco (ô nome tosco, mas foi a melhor coisa que me ocorreu)!! As meninas vão ficar bravas também, porque eu não as liguei ainda... Bom, eu ainda tenho que redigitar (achei!) o trabalho. Pô... o que vamos fazer... Precisamos de uma barata legal...

19.8.04

Ontem, esperando o Maurício entregar a prova de marketing (na qual fui péssima...), eu fiz meu primeiro fan art! O problema é que desenhei na mesa e depois da prova descobri que as meninas detestaram. Bom, isso não importa. Foi um desenho do Monstro (Kreature), elfo doméstico da família Black, apenas em pé, segurando uma foto (o porta-retrato devidamente quebrado, mais porque ficou vazio que por qualquer outro motivo) da Bellatrix Lestrange. Ficou bom. Não ficou como a descrição do livro, mas bem desenhada (eu não estava a fim de fazer a pele dele parecer duas vezes do tamanho do corpo, eu esqueci o nariz e os olhos estavam muito pequenos). É, eu ainda não consegui recompor-me da exposição do Igor e, principalmente, da Lina. Eu não me satisfaço mais com minhas bonequinhas em pose de foto e sorrindo de boca fechada... E como eu não sou original, vou buscar inspiração para coisas bacanas e "diferentes" no Harry. O Monstro ficou legal... Pena que eu fiz na mesa, deveria ter feito na última folha da prova... Aí dava pra escannear e colocar aqui (vejam minha arte...).
Falando em arte, o cartaz feito em último minuto (pra variar) de química ficou legal e cheio de coisa. Aliás, o maior plágio, escrito IMPACTO AMBIENTAL no trabalho do Derek com as cores do IMPACTO. Eu exigo direitos autorais!!! Hehehe... Bom, se ele achou tão legal assim...
Hoje a Frau deu as notas das provas orais (com aquele Lesen mortificante). Exatamente: 90% da classe ficou abaixo da média (a média da classe era 3,5), então a sora deixou-nos refazer a prova (que bom, pegar recuperação de alemão é o fim da picada). Amanhã. Agora só temos um problema: como estudar? Bom, já são 19h, nem adianta mais... Bom, amanhã vamos na raça. A vantagem de tudo isso é que a prova oral passou para segunda (eu não tinha feito o texto para decorar) e agora que sei que vou precisar da nota vou fazer bem caprichado, pedir para a Ângela corrigir pra mim... Boa idéia. Falando nela, hoje nós sustentamos um diálogo no ônibus! A Ângela é minha vizinha, que estuda no Porto também, na 8a. MB (ela a filha do alemão dono da chácara na frente da minha casa) e também tem problema com transporte. Faz uma semana que estou pegando os mesmos dois ônibus que ela e nós só batemos um papo hoje... Poxa...
Olha, eu fiz outro teste para ver quem sou eu no Harry Potter. Eu acho que eu realmente me identifico com o Harry, ele é esquentado que nem eu, meio relaxado, como eu, mas é uma pessoa legal, uma vez que você o conhece.

Which HP Kid Are You?

Estes são os marotos, alguns dos meus personagens favoritos de Harry Potter. Da esquerda para a direita: Moony (Remus Lupin), Wormtail (Peter Petegrew), Padfoot (Sirius Black) e Prongs (James Potter), the Marauders. Não, não fui eu que desenhei (quem dera), para ver mais desenhos da artista, clique aqui.
Voltei! Ah... Estou em casa, depois de uma noite fora e a minha tarde livre fazendo trabalho de química (blerg! bom, agora eu sei tudo sobre chuva ácida), fim de noite jogando "Age of the Empires" na casa do Eric (papai estava dando uma de babá de estrangeiro, pra variar). O jogo é muito legal, vou pedir para o Eric gravar para mim (ele falou que não vende mais). Hum... Eu não tenho muito para falar, só queria deixar uma frasezinha que eu li em outro site e achei muito engraçado:
Sticks and stones can break my bones, but wips and chains excite me.
Hehehe... Essa foi pra você, Arthur! Boa noite!

17.8.04

na casa da Nanda

Ahm... Eu estou escrevendo diretamente de Itatiba!! Cá estou eu, na casa da Nanda, por motivos que eu desconheço (apesar de estar estudando química e espanhol num ritmo frenético que eu nunca atingiria sozinha, realmente não faço do porquê de meus pais procurarem alojamento para mim e meus irmãos num dia de aula, em semana de provas). Na verdade eu estou retardando o processo de estudo dela (fazer o que se eu sou preguiçosa, mas eu realmente não deveria ter levado o bando morro-a-baixo comigo), deixando-a ferver nas minhas 2 horas máximas de estudo (todo mundo que pensava que eu era a maior nerd, que estudava pra caramba deve ter ficado mó decepcionado) na véspera da prova. Eu deveria ter estudado nas férias... As outras provas, por sinal, foram, na maioria, boas, com excessão de matemática (se eu pegar minha primeira recuperação em matemática eu juro que me mato, mas acho que me safo dessa, a sora gosta de mim). Mas a semana de provas está quase acabando (só mais um, só mais unzinho...) e eu não estou a fim de (que, porque eu fiz prova de português hoje, é sim separado) reviver tudo aqui. E vocês certamente não estão a fim de ler as baboseiras de uma infeliz que está gemendo porque provavelmente vai tirar 6,0.

Eu queria avisar que eu, infelizmente, não vou mais no show do Linking Park... É, o pai da Nanda descobriu ontém que a censura é 16 anos. Pô, avisava em qualquer lugar, né! Antes de eu levantar as minhas expectativas! Bom, eu vou ouvir no rádio de qualquer jeito. Agora quero gastar meus R$50,00 em alguma outra coisa bacana para passar o tempo e ficar feliz. A Nanda tá falando da gente ir à Swingers, no cinema, no Laser Shot... Ê, fim de semana movimentado. Talvez isso ocorra. Meu... Eu já tinha escolhido até minha roupa, a bolsa que eu ia levar... Que droga...

<-----Esperem uma montagem triste (e mal feita) do Linking Park aqui----->

Queria postar uma frase que está causando muitas risadinhas no meio das meninas:
O sêmem é a lágrima de um pinto apaixonado.

-Dito pela mãe da Mirela, que também é ginecologista, como a minha.

Beijos, Mi!